O mínimo para viver


Seria este o final de semana de séries e filmes? Talvez sim. Resolvi dar algumas indicações para vocês. Ontem comecei falando do seriado Atypical que conta a história de um jovem autista, uma produção Original Netflix. To the Bone também é um original da plataforma e faz parte dos últimos lançamento mais maravilhosos que já chegaram no catalogo.

Direção e roteiro de Marti Noxon, O mínimo para viver (To the Bone) conta a história de Ellen (Lily Collins) é uma jovem rebelde, de 20 anos de idade, com anorexia nervosa e passou a maior parte de sua adolescência sendo acompanhada por vários programas de recuperação, sem perspectivas de se livrar da doença e ter uma vida feliz e saudável. Determinados a encontrar uma solução, sua família disfuncional concorda em enviá-la para um tratamento alternativo e acaba conhecendo outros pacientes que enfrentam transtornos alimentares. A garota acaba embarcando em uma emocionante jornada de autodescoberta em um grupo liderado por um médico William Beckham (Keanu Reeves) pouco convencional.

Veja o trailer de To the Bone:


O filme mostra que você pode incentivar uma pessoa que sofre de anorexia a procurar tratamento, mas o mais importante é: A pessoa precisa querer ajuda. E isso é trabalhado o tempo inteiro no filme, Ellen fez vários tratamentos a vida inteira, mas seu novo médico William Beckham (Keanu Reeves) explica que ela pode sair do tratamento quando quiser e que está ali tem que ser um desejo dela.

Com isso aprendemos que não importa quanto tempo demore, você não pode desistir do seu amigo ou familiar, é claro que não fácil ver quem você ama chegar no fundo do poço. Mas esse pode ser o caminho de volta.

A anorexia era uma doença que eu conhecia bem por cima e antes de fazer esse post, eu fiz umas pesquisas e descobri que um em cada dez pessoas que sofrem com anorexia é homem, e sim. Homens também sofrem de distúrbios alimentares, isso representado pelo ator Alex Sharp que interpreta o jovem Luke.

Se você tem uma conta na Netflix (o que eu acho difícil, já você pode pegar a senha com o coleguinha e dividir as contas), você procura porque em algum lugar na internet deve ter esse filme.  O longa conta com a participação da atriz Liana Liberato, de Confiar um outro filme maravilhoso que eu preciso apresentar para vocês. O mínimo para viver tem 1 hora 47 minutos de duração pela sinopse e o trailer vocês podem perceber que se trata de uma filme de drama.

Não esqueça de deixar o seu comentário contando o que achou dessa indicação, se você já viu esse filme conta o que você achou dele nos comentários também. E não esqueça de fazer a sua indicação de filmes e séries. Em breve eu vou trazer a resenha do filme Confiar para vocês também. 
Até o próximo post.
Beijos, Thayná Fortunato

Comentários

  1. O filme parece ser tão bom!! E a Lily Collins é uma atriz fenomenal! Tenho de ver esse filme 😍 bjs!

    ResponderExcluir
  2. Andei vendo algumas resenhas sobre. E achei a história muito interessante apesar de triste. Eu quero muito assistir... Apesar de não ter muita paciência para filmes e séries, mas mesmo assim eu ainda assisto haha adorei saber mais sobre. Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Gostei da indicaçao vou procurar para assistir em meus finais de semana (quando tenho tempo livre kkk) achei que a serie tem polemicas e gosto disso sabe!

    ResponderExcluir
  4. Eu assisti esse filme é fiquei bastante impactada com a moral da historia, o final é assustador, ver a obsessão pela magreza e a falta de saúde da personagem me chocou muito.

    ResponderExcluir
  5. Que história incrível! Amo esse tipo de filme, de superação! Fiquei inclusive curiosa pra assistir, assim que chegar do trabalho vou correr pra Netflix e ver! 😍

    ResponderExcluir
  6. Eu cancelei minha netflix esses dias pq estava com problemas na conta e fui orientada a fazer isso e retornar umas semanas depois, mas quando eu retornar já tenho várias séries para começar a assistir e essa está super na lista

    ResponderExcluir
  7. Gostei da ideia do filme, acho que a anorexia é doença bem forte e que machuca muito nao só a que sofre mas que todos que estao ao seu redor, pesquisei mais quando a Anahi sofreu, acho que esse filme deve ser vistos por pessoas que sofrem por essa doença, beijos

    ResponderExcluir
  8. Que indicação ótima...gosto bastante desses temas polêmicos vida real. Nunca conheci de perto alguém que tenha ou já teve anorexia, mas com certeza é muito triste essa doença. Valeu pela indicação.. .bj

    ResponderExcluir
  9. Menina tu acredita que não uso netflix kkkk, mais acho que vou assinar. Gostei muito da sua indicação, me parece ser uma história muito linda.

    ResponderExcluir
  10. Acredita que estou vendo muita gente falando bem, mas ainda nao parei para assistir. Adorei a indicaçao

    ResponderExcluir
  11. Assisti esse filme a principio por causa do KEanu, mas descobri um filme maravilhoso, envolvente, triste e surpreendente, amei!

    ResponderExcluir
  12. Eu passei batido por esse filme. Vi que era novo, mas não tinha olhado ainda sobre o que era. Agora estou interessada em assistir!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

+ POPULARES